terça-feira, 8 de setembro de 2009

Antonio Carlos & Jocafi (1973)

Antonio Carlos e Jocafi, dupla de compositores e cantores baianos, autores de diversos sambas que muito transitaram pelas paradas de sucesso. Em seu terceiro álbum Antonio Carlos & Jocafi (RCA, 1973), o duo com seu jeito peculiar de composição em que mesclavam afro-sambas, coco, baião, cânticos de escravos, mais uma pitada de jazz e soul, para criar uma sonoridade singular e registrar um primoroso disco, basta ouvir o funkão “Xamego de Iná”, o gospel gregoriano de “Glorioso Santo Antônio”, o suingue de “Gamela (As ‘Moça’)”, a guapa “Por Nossa Senhora”, acompanhado de um fino arranjo de sopros e base, o galenteio sóbrio de “Dona de Casa”, impossível não falar do groove hipnótico e uma das faixas mais inspiradas do álbum “Tereza Guerreira”, que cansada de guerra foi guerrear, o divertido bolero “Te Quiero”, os casos e os acasos, as aventuras e as desventuras da paixão na sabedoria dos sambas de “Teimosa”, “Franqueza” e “Deixe Que É Dengo Dela”, a lenda e o folclore em “Sanfona Veia” e a maluca homenagem “Um Abraço No Lucien Extensivo Ao Edu Lobo” com participação da cantora Maria Creuza. Um expressivo número de músicos participou das gravações, o pessoal segurou o rojão e não deixou cair, prestando sua colaboração por seu talento, entre eles estão Waltel Branco (guitarra), Neco (violão de 12 cordas), Aldo e Capacete (baixo), Pascoal (bateria), Edson Frederico (piano e arranjos), Halley (órgão), Caçulinha e Chiquinho (acordeon), Pedro Sorongo (tambores), Chico Batera (percussão), Carlinhos Pandeiro de Ouro (pandeiro), Edson Maciel e Edmundo Maciel (trombone tenor), Celso e Jorginho (flauta), Pinduca (xilofone e bells), Fumagalli (harpa), Vania Ferreira e Cláudia Mello (vozes femininas), A Máfia (coro), Rildo Hora (gaita e também diretor de estúdio) e Leonardo Bruno (arranjos e regência).

3 comentários:

pabloramos disse...

Pela livre cópia de músicas e para sustentar algumas verdades que as gravadoras insistem em ignorar, acabei de postar "O desabafo do motorneiro", post em que faço uma referencia ao seu site, com link direto para cá. Dê uma olhadinha.

Abração

Pablo Ramos

carlos disse...

Onde esta o link para download?

Anônimo disse...

O link nao funciona mais.